Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

República da Tunísia

tunisia

Relações bilaterais

O Brasil esteve entre os primeiros países a reconhecer a independência da Tunísia, em 1956. No mesmo ano, foi aberto consulado brasileiro em Túnis e, em 1961, foi criada embaixada residente. Desativada temporariamente em 1999, a embaixada brasileira foi reaberta em 2001, durante visita do secretário-geral do MRE a Túnis, ocasião em que teve lugar a I Sessão da Comissão Mista Brasil-Tunísia.

A reabertura da embaixada brasileira deu início a crescente reaproximação bilateral, exemplificada pela intensificação do fluxo de visitas de alto nível. Os seguintes chanceleres brasileiros visitaram Túnis: Celso Amorim, em três ocasiões (2005, 2008 e 2009); Antonio Patriota (2012); Mauro Vieira (2016); e Aloysio Nunes Ferreira (2018). Já os chanceleres tunisianos Habib Ben Yahia, Abdelwaheb Abdallah e Khemaïes Jhinaoui visitaram o Brasil em 2002, 2006 e 2017, respectivamente. Durante a visita dos chanceleres Abdallah e Jhinaoui foram realizadas a segunda e a terceira reuniões da Comissão Mista Brasil-Tunísia.

A única reunião de chefes de estado de Brasil e Tunísia ocorreu em 2012, às margens da III Cúpula América do Sul-Países Árabes, realizada em Lima.

A intensificação das relações bilaterais resultou na diversificação da pauta de cooperação bilateral, a qual passou a incluir áreas como desenvolvimento social, segurança alimentar, educação, meio ambiente e recursos florestais. Atualmente está sendo executado programa de cooperação técnica voltado para o desenvolvimento e valorização das plantações de eucalipto na Tunísia.

Comércio bilateral

Em 2019, o intercâmbio comercial entre Brasil e Tunísia totalizou cerca de US$ 279 milhões. As exportações brasileiras para a Tunísia somaram US$ 219 milhões e as importações daquele país, US$ 60 milhões, resultando em saldo comercial para o Brasil de US$ 159 milhões. Os principais produtos exportados pelo Brasil foram soja, açúcar e milho. Já a Tunísia exporta para o Brasil, sobretudo, adubos e derivados de petróleo.

Cronologia das relações bilaterais

2018Visita do Ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira, à Tunísia

2017 – III Comissão Mista Bilateral, no Brasil (abril)

2017Visita ao Brasil do Ministro dos Negócios Estrangeiros da Tunísia, Khemaïes Jhinaoui. Na ocasião foram assinados o Acordo de ciência, tecnologia e inovação; o Acordo-Quadro em matéria de juventude; e o memorando de entendimento para a promoção das relações econômicas (abril)

2016Visita do então ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, à Tunísia. Na ocasião foram assinados memorandos de entendimento das áreas do turismo e do desenvolvimento social

2015 – Acordado o início de projeto de cooperação técnica para a capacitação tunisiana na área de cultivo do eucalipto

2014 – Assinatura do Acordo-Quadro de Comércio e Cooperação Econômica entre o Mercosul e a Tunísia (dezembro)

2014 – Representante do Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (IPEA) participa, em Túnis, do seminário "Em Direção a um Sistema de Proteção Social Inclusivo e Integrado", organizado pelo ministério dos Assuntos Sociais tunisiano, em parceria com o UNICEF e a OIT (setembro)

2014 – Visita ao Brasil de missão interministerial tunisiana, organizada pelo Centro de Excelência contra a Fome do Programa Mundial de Alimentos, com o objetivo de conhecer o Programa de Alimentação Escolar brasileiro (abril)

2014 – Realização de reunião do Comitê de Seguimento Brasil-Tunísia, em Túnis (abril)

2012 – Encontro entre os então presidentes Dilma Rousseff e Marzouki às margens da III Cúpula América do Sul-Países Árabes, em Lima (setembro)

2012Visita do então chanceler Antonio Patriota a Túnis (abril)

2011 – Visita do então subsecretário-geral de Assuntos Políticos III, Embaixador Paulo Cordeiro de Andrade Pinto, a Túnis

2009 – Visita do então chanceler Celso Amorim a Túnis

2008 – Visita do então chanceler Celso Amorim a Túnis

2006 – II Comissão Mista Brasil-Tunísia, em Brasília

2006 – Visita ao Brasil do ministro dos Negócios Estrangeiros da Tunísia, Abdelwaheb Abdallah. Na ocasião foi assinado acordo de cooperação na área de educação superior

2005 – Visita de trabalho do então chanceler Celso Amorim a Túnis

2002 – Visita ao Brasil do então ministro dos Negócios Estrangeiros da Tunísia, Habib Ben Yahia. Na ocasião foram assinados acordos de cooperação técnica e de cooperação entre academias diplomáticas

2001 – I Comissão Mista Bilateral, na Tunísia

2001 – Visita a Túnis do então secretário-geral das Relações Exteriores, Embaixador Luiz Felipe de Seixas Corrêa. Na ocasião foram assinados acordo de isenção parcial de vistos e do protocolo de criação do mecanismo de consultas políticas.

2001 – Reabertura da Embaixada do Brasil em Túnis

1999 – Desativação da Embaixada do Brasil em Túnis

1990 – Visita ao Brasil do ministro dos Negócios Estrangeiros da Tunísia, Habib Boularès. Na ocasião foram assinados acordos de comércio e de estabelecimento da Comissão Mista de Cooperação

1968 – Visita ao Brasil do ministro dos Negócios Estrangeiros da Tunísia, Habib Bourguiba. Na ocasião foram assinados acordos nas áreas de cultura e migração

1961 – Instalação da Embaixada do Brasil em Túnis

1956 – Reconhecimento da independência da Tunísia e abertura do Consulado do Brasil em Túnis

 

 

Fim do conteúdo da página