Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Estado da Eritreia

eritreia

Brasil e Eritreia estabeleceram relações diplomáticas em 1996. A primeira visita ao Brasil de autoridade eritreia deu-se em fevereiro de 2010, quando o então ministro das Minas e Energia, Ahmed Haji, esteve em Brasília como portador de carta do presidente Isaias Afwerki ao então presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A Embaixada do Brasil no Egito é cumulativamente responsável por representar o Brasil junto ao Estado da Eritreia. A Embaixada da Eritreia no Cairo é cumulativamente responsável por representar os interesses eritreus junto ao Brasil.

Em maio de 2010, o ministro da Agricultura eritreu, Arefaine Behre, participou do Diálogo Brasil-África sobre Segurança Alimentar, Combate à Fome e Desenvolvimento Rural, em Brasília.

Em 2011, em nova visita ao Brasil, o ministro Behre apresentou ao Governo brasileiro a posição de seu país acerca da situação no chifre da África.

 

Cronologia das relações bilaterais

1996 - Brasil e Eritreia estabelecem relações diplomáticas.

2006 - Registradas as primeiras exportações eritreias ao Brasil.

2010 - Visita ao Brasil do ministro das Minas e Energia da Eritreia, Ahmed Haji, na condição de portador de carta do presidente Isaias Afwerki ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva (fevereiro).

2010 - Ministro da Agricultura eritreu, Arefaine Behre, participa do Diálogo Brasil-África sobre Segurança Alimentar, Combate à Fome e Desenvolvimento Rural, em Brasília.

2011 - Ministro Behre retorna ao Brasil, no mês de julho, quando mantém encontros de alto nível no Itamaraty, bem como com seu homólogo no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

2012 - O embaixador do Brasil no Cairo, Marco Antonio Diniz Brandão, apresenta credenciais ao presidente Afwerki, as primeiras apresentadas por um embaixador do Brasil na Eritreia (fevereiro).  

2015 - O embaixador do Brasil no Cairo, Ruy Amaral, apresenta credenciais ao presidente Afwerki.

2019 - O embaixador do Brasil no Cairo, Antonio de Aguiar Patriota, apresenta credenciais ao presidente Afwerki.

Fim do conteúdo da página